Renda variável: liquidez e rentabilidade acima da renda fixa do médico

Renda variável: liquidez e rentabilidade acima da renda fixa do médico

É preciso entender que investir em renda variável significa aceitar certo nível de risco em troca de liquidez e rendimento diferenciado

Os dois principais produtos de renda variável são ações e fundos imobiliários. Neste artigo, mostrarei uma forma simples, segura e viável de investir em ações para obter rendimento mensal diferenciado, sem deixar de ser médico. No próximo artigo falarei sobre os fundos imobiliários.

Primeiramente é preciso entender que investir em renda variável significa aceitar certo nível de risco em troca de liquidez e rendimento diferenciado, rendimento este não alcançado apenas com produtos de renda fixa. Apesar do rendimento E, este não é conhecido. A análise histórica mostra que, no longo prazo (acima de cinco anos), o retorno do investimento em ações supera o de todos os demais investimentos.

A proporção do patrimônio a ser investida em renda variável segue a regra dos 100 (100 – idade = proporção a ser investida em renda variável). Por exemplo, se você tem 40 anos, deve investir 60% do patrimônio em renda variável. Da mesma forma que ocorre com a renda fixa, o rebalanceamento da carteira de investimentos (renda fixa + renda variável) deve ser feito anualmente, preferencialmente no seu mês de aniversário, sempre buscando manter a proporção correta.

Para nós médicos, a estratégia que mostrarei aqui chama-se venda coberta de remuneração. É uma tática fenomenal. Eu mesmo a utilizo mensalmente para minha carteira de ações. Ela é feita em duas etapas. A primeira consiste na compra de ações de empresas boas e lucrativas. A segunda etapa se baseia na venda de opções sobre as ações. Para negociar ações e opções é preciso ter conta em uma corretora de valores, que disponibilizará a plataforma de negociação chamada homebroker.

Etapa 1 – Compra de ações. Com a conta aberta na corretora e o dinheiro disponível, faz-se a compra de ações. A escolha das empresas deve se basear na análise fundamentalista, isto é, no desempenho apresentado pelas empresas nos últimos cinco anos. Os itens que devem ser avaliados são o nível de governança corporativa, o retorno sobre o patrimônio líquido, a margem líquida, o crescimento das vendas e do lucro por ação, o grau de endividamento, o índice de liquidez corrente e o fluxo de caixa livre. Essas informações estão disponíveis nos relatórios das empresas e também podem ser consultadas, de forma já compilada, no site da BM&F Bovespa. Uma vez compradas as ações, você se torna sócio da empresa e passará a usufruir de parte do lucro da empresa em valor proporcional ao número de ações que você tem. Portanto, quanto mais ações, maior fatia do lucro você receberá.

Etapa 2 – Venda de opções. Opções são um tipo de seguro sobre as ações que podem ser negociados no mercado. Esses seguros vencem todos os meses, sempre na terceira segunda feira de cada mês e representam uma fonte extra de ganho para a carteira de ações, além de gerarem proteção para a carteira em caso de queda no preço da ação. Portanto, para vender opções (seguros) é preciso ter as ações. A venda de opções é feita pelo homebroker, tal como a compra de ações. O mercado de opções funciona da seguinte maneira. O comprador de opções (o mercado) paga um prêmio em dinheiro ao vendedor (você) para ter o direito de comprar as ações por um preço previamente combinado (preço de exercício) durante o período médio de um mês.

O vendedor (você) recebe o prêmio do comprador e fica obrigado a vender as ações para ele caso ele queira. Se o tempo acabar e ele não quiser comprar as ações, você fica com o dinheiro do prêmio e pode vender novamente as opções. Esse processo é feito todos os meses. Se você vender opções com preço de exercício acima do preço pelo qual você comprou as ações, suas chances de ganhar os prêmios ficam maiores. Em geral, o ganho mensal com essa estratégia gira em torno de 2% a 2,5% ao mês. Utilize esse valor para comprar mais ações todos os meses e você verá sua carteira de ações ficar cada vez maior ao longo dos anos. E quanto mais ações você tiver, mais dividendos receberá, mais opções poderá vender e, com o dinheiro ganho, poderá comprar ainda mais ações. Enfim, trata-se de um feedback positivo que fará seu patrimônio em ações cada vez maior.

 Conclusão. Utilizando a estratégia chamada venda coberta de remuneração é possível obter rendimento mensal diferenciado com a carteira de ações e aumentar o tamanho da carteira ao longo do tempo. Como a venda de opções é feita uma vez por mês, você não precisará abrir mão de sua rotina de médico para obter esse ganho e também não precisará ficar o dia todo em frente ao computador. Enfim, a venda coberta de remuneração é uma forma inteligente de usar o tempo e o mercado de ações a seu favor.

Abraços e ótimos investimentos a todos.

Francinaldo Gomes é neurocirurgião e mestre em Neurociências, com MBA em Finanças e Gestão de Investimentos; autor do livro Bolsa de valores para médicos e CEO da Saúde + Ação Educação e Planejamento Financeiro



Categorias:Artigos, Gestão e Finanças, Medicina & Tecnologia

Tags:, , ,

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.