Arquivos de tags: bioética

Conexão via aplicativo entre “meu médico” e “meu paciente”

  O progresso biotecnológico tende a distanciar o médico do paciente. A inovação da tecnologia de comunicação interpessoal aproxima. Considerando que a tecnologia é benéfica, é importante analisar o quanto de distanciamento e de aproximação de fato acontece e deve ser evitado em nome da ética. Pontos de referência são a relação médico-paciente presencial, que admite o espaço íntimo do exame físico e do procedimento invasivo

Ler mais

Especialistas não são robôs – A bioética da beira do leito

Cenário comum na beira do leito é a divergência entre dois especialistas sobre o mesmo caso. Em termos práticos, o que parece adequado para um especialista pode ser admitido como inadequado pelo outro. Pode soar estranho, considerando que especialista é aquele que sabe bem o que fazer em sua área de atuação. Diferenças de recomendação ocorrem em relação ao tipo de

Ler mais

A quebra do sigilo médico e a bioética

Sigilo Médico

Neste artigo, entenda sobre sigilo médico e quando este sigilo pode ser quebrado. O segredo é um dos mais antigos princípios da tradição médica. Contudo, em que pese essa transcendência, a própria Medicina, em seu progresso, impõe uma evolução que aos poucos, vai substituindo aquela deontologia clássica e universal por um sistema de normas adaptáveis à realidade atual. E, por

Ler mais

Vulnerabilidade: característica inerente do ser humano

Hipócrates reconheceu a vulnerabilidade do ser humano. Enquanto afastou a Medicina da revelação divina, percebeu que o médico, por dominar uma relação humana plena de afetos contraditórios, precisa evitar a aplicação de métodos com mais risco de provocar danos do que trazer algum benefício à necessidade clínica. O princípio hipocrático da não maleficência é um dos pilares da Bioética. Em

Ler mais

O cenário bioético da relação médico-paciente

O cenário bioético da relação médico-paciente

A relação médico-paciente é um forte exemplo do contato entre o eu e o outro. O cenário ético e bioético desse relacionamento envolve o compromisso com os princípios de autonomia, beneficência, não maleficência e justiça. E o catalisador dessa relação interpessoal é a confiança. Tais princípios remetem ao respeito ao outro e à dignidade da pessoa humana. Cabe ao médico

Ler mais